27 Pessoas online preenchendo o Contrato de Consultoria de Vendas agora agora
Baixe Na Hora
Tenha Segurança Jurídica com este contrato
Evite Dor de Cabeça com contrato mal elaborado
Analista Gustavo Costa
09/07/2024

Os 5【ERROS】 que invalidam um Contrato de Consultoria de Vendas! 【Cuidado】 com o 7º!

Descubra o que é um Contrato de Consultoria de Vendas. Como preencher um Contrato de Consultoria de Vendas? Como fazer um Contrato de Consultoria de Vendas? Modelo simples e adaptado à nova Lei para baixar em Word e PDF e imprimir.

  1. 1. Por que realizar um Contrato de Consultoria de Vendas?
  2. 2. Como elaborar um Contrato de Consultoria de Vendas? 
        2.1 Condições de pagamento
        2.2 Documentação das partes
  3. 3. Como se tornar um bom Consultor de Vendas?
  4. 4. Cláusula de Confidencialidade de Consultoria de Vendas.
  5. 5. Como quebrar um contrato de Consultoria de Vendas?

Chega um momento na empresa, que é necessário uma reinvenção, afinal, o que faz uma empresa ser boa, é a capacidade que ela tem em evoluir sempre que necessário.

E uma das coisas que envolve evolução, é a disposição em pedir ajuda a um profissional para melhorar o fluxo de vendas, resultados financeiros e repercussão da empresa.

O Consultor  é basicamente um profissional que oferece uma consulta daquilo que ele tem domínio e existem consultores de venda que oferecem seu serviço a empresas que precisam elevar o seu nível ou que querem sempre manter a empresa em desenvolvimento.

E essas empresas precisam estar atentas em como negociar com esses profissionais, para que fique tudo claro para ambas as partes.

Com isso, é necessário que seja elaborado um contrato para formalizar essa ação e que este contrato seja feito por mãos seguras, através de profissionais na área para que as partes não precisem lidar com problemas futuros.

1. Por que realizar um Contrato de Consultoria de Vendas?

Muitas pessoas nem sabiam que era necessário fazer um contrato de consultoria de vendas, por simplesmente achar que é só entrar em contato com o profissional e adquirir de seus serviços com um breve pix.

De fato, a necessidade em ter um contrato para isso não é enorme, mas ainda sim, é de grande importância  para que a ação em contratar um profissional tenha validade jurídica e proteja as partes contra qualquer desentendimento e mal entendidos.

Um Contrato de Consultoria deve ser precisamente elaborado para atestar as obrigações e responsabilidades das partes.

As vantagens de ter um contrato são: mais clareza em como vai ser a prestação de serviço, a previsão financeira (desde as condições de pagamento, até possíveis multas ou correções monetárias que são postas pela quebra de contrato), a segurança jurídica, sendo um passo muito importante para elaboração de contrato, planejamento e o controle de prazos e deveres.

Por isso, não negligencie a elaboração de um contrato como este. Recomenda-se que você procure quem realmente pode oferecer respaldo sobre este assunto e que o faça com segurança, deixando claro os direitos das partes e o papel de ambos.

2. Como elaborar um Contrato de Consultoria de Vendas?

As empresas sempre desejam crescer os seus lucros e as vendas de produtos e os seus serviços. No entanto, é impossível investir nos negócios que tem a probabilidade de não dar certo no futuro e que não trarão ótimos resultados para a empresa.

Exatamente por isso é importante reunir-se com a equipe e decidir qual será o próximo passo a ser dado e analisar tudo aquilo que deverá abrir mão para trazer a prosperidade de um negócio. A partir disso, o consultor de vendas deve ser acionado.

A contratação de um consultor de vendas é uma ação onde as empresas desejam entender exatamente os objetivos e até compreender quais resultados podem ser alcançados com uma consultoria. Sendo assim, a consultoria de vendas é um setor com muitas oportunidades e que gera aumentos significativos de dados e vendas.

Há várias possibilidades para o consultor realizar o seu trabalho, e como foi citado anteriormente, é necessário que o contrato tenha todas as informações claras do serviço que será prestado, os direitos e os deveres das partes.

As informações que de forma alguma podem ser esquecidas são:

2.1 Condições de Pagamento:

As condições de pagamento são os pontos mais importantes na elaboração de um contrato, por isso é extremamente necessário que essa cláusula do contrato esteja detalhada de forma clara.

Deve ser acordado entre as partes como será feito o pagamento (dinheiro, transferência bancária, depósito, cartão de crédito, entre outras formas), qual a data de vencimento e de quanto em quanto tempo o pagamento deve ser feito (mensalmente, quinzenalmente ou semanalmente).

2.2 Documentação das partes:

Essas informações devem estar devidamente apresentadas no contrato, para que evidencie os dados para o contrato ou para ser utilizado em alguma notificação judicial, caso seja encontrado algum descumprimento do contrato.

A partir de tudo o que foi dito anteriormente, ter esse contrato nas mãos erradas pode acabar com todo o seu negócio e prejudicar tanto você quanto o profissional. Por isso, certifique-se de que o seu contrato está sendo elaborado por profissionais que ofereçam validade jurídica e evite dores de cabeça no futuro.

3. Como se tornar um bom Consultor de Vendas?

Primeiramente, o que é essencial para ser um bom consultor é ter a maior quantidade de experiência na área. Quem não faz, não aprende e nem melhora.

Por isso, se desafie a prestar seus serviços para as empresas, agências ou indivíduos para que tenha uma bagagem grande e se torne cada vez melhor e desejado por todos.

O papel do Consultor de Vendas é: Diagnosticar os problemas de uma empresa, analisar o perfil dela  e qual o nicho que precisa ser alcançado, planejar novas campanhas e encerrar as velhas que não fazem mais sentido, supervisão dos resultados a partir da nova campanha que foi criada e como tem sido vista pelos clientes, fazer a empresa conseguir perceber quem são os concorrentes, dentre outros serviços.

Porém, mesmo que um consultor de vendas tenha experiência nos serviços citados acima, é mais importante ainda que consiga saber negociar com clareza e honestidade para que o futuro não o surpreenda e nem ao seu cliente negativamente.

Uma outra forma de evitar problemas é verificando a jurisprudência durante a elaboração do contrato. Desta forma, o dono da empresa vai se certificar que está fechando um contrato seguro juridicamente.

4. Cláusula de Confidencialidade do Consultor de Vendas.

Pode ser que você se pergunte sobre quais são as regras legais de uma cláusula de confidencialidade, ou para que serve esta cláusula em um contrato de consultoria de vendas.

E a verdade é que as atividades de um consultor de vendas envolve informações sobre a empresa, que são confidenciais. Então é claro que ele deve se responsabilizar e deixar bem claro, a confidência que ele deverá prestar para a empresa. Sabendo disso, é necessário que tenha uma cláusula para garantir a segurança da empresa e assim evitando que nenhuma informação seja vazada.

Caso alguma informação seja divulgada sem a autorização da empresa, uma rescisão contratual será considerada de forma imediata, visto que houve a quebra da confiança entre as partes e deverá ser incidida uma multa para aquele que desrespeitou a cláusula de confidencialidade.

Com isso, esteja certo de que o contrato está sendo estruturado de acordo com as leis e cláusulas seguras, respeitando as partes e atendendo devidamente a proposta oferecida.

5. Como realizar a Quebra de um Contrato de Consultoria de Vendas?

O motivo da quebra de um contrato de consultoria pode ter diversas causas que motivaram que isso acontecesse. Portanto, deve ser explícito como essa quebra deve ser feita e os deveres das partes contratantes, evitando dores de cabeça no futuro para ambos.

Normalmente, acontecem quebras de contrato por conta da falta de pagamento do serviço que foi contratado. O consultor deve apresentar do início suas prioridades e deve ser tudo acordado pelas partes, devendo ser apresentada uma contraprestação das atividades feitas pelo consultor.

Isso tudo serve para que sejam descritas todas as possibilidades e que evite desentendimentos e cobranças por parte do contratante, sabendo que todo serviço oferecido pelo consultor deverá ser realizado.

Além disso, muitas pessoas não têm o conhecimento de como deve ocorrer uma rescisão contratual caso seja solicitado por uma ou ambas as partes. A verdade é que existe a rescisão contratual amigável e unilateral.

Na rescisão unilateral, é importantíssimo que seja encaminhada uma notificação à outra parte com a solicitação da quebra ou rescisão contratual, apresentando os motivos do porquê de tal ação.

Pode haver no contrato, suas cláusulas com a aplicação de multas ou penalidades para a parte que desejar realizar a quebra do contrato precipitadamente por algum motivo. Por isso, todas as informações devem ser adicionadas no contrato para que não ocorra desentendimentos das partes com suas responsabilidades.

Entendendo tudo sobre rescisão unilateral e entrando na parte de rescisão amigável, é possível que ambos entrem em acordo para que assim o contrato possa ser encerrado sem a aplicação de multas e penalidades, para sempre ter em vista a quitação de qualquer pendência durante a consultoria de vendas.

Tudo o que foi citado até o momento são recomendações a serem seguidas e que devem estar presentes no contrato para garantir que ambos se responsabilizem pelo acordo feito.

Da mesma forma, é necessário que tudo isso seja elaborado por pessoas competentes que garantam a validade jurídica do contrato para exterminar qualquer possibilidade de problemas no futuro.

Tudo sobre o Tema:

Legislação: Código Civil (Lei federal n. 10.406/2002)

Conceito: Documento utilizado para validar juridicamente a negociação de um consultor de vendas com uma empresa. Este contrato é necessário para estabelecer as obrigações e responsabilidades que os contratantes devem ter.

Vigência: A vigência do contrato pode ser de 3 (três) meses a 12 (doze), mas também é flexível de acordo com a maneira que os contratantes queiram negociar.

O que não pode faltar:

  • Documentos identificando as partes;
  • Descrição completa de como será a consultoria de vendas;
  • As condições de pagamento e as possíveis multas ou penalidades no caso de atraso de pagamento;
  • Cláusula sobre o termo de confidencialidade;
  • Como proceder com a Rescisão Contratual.

Outras nomenclaturas para este documento:

Contratos de Consultoria Internacional;

Contrato de Consultoria Empresarial;

Contrato para Fins de Diagnóstico Empresarial;

Contrato de Consultoria de Vendas Internacionais.